Page 83 - Sinergia_53_PT
P. 83

resultou a opinião unânime de que esta temática do Planeamento assume uma importância signi cativa para a melhoria dos resultados económicos das obras, com especial pertinência num contexto competitivo como aquele a que se assiste hoje no setor da Construção.
O programa incluiu a dinamização
de um Workshop, orientado para a
Gestão de Topo da Mota‐Engil, e teve como objetivo analisar o estado da arte atual na empresa e de nir um conjunto
de passos em matéria de Planeamento
e Programação Física de Trabalhos de Obra. Esta abordagem constitui um fator de elevada importância, como refere Mário Barros, Administrador da MEES, que destaca o modo como "o planeamento é crucial e decisivo para o bom desempenho da empresa".
Como resultado do Workshop, foi de nido um plano de atividades que incluem a dinamização de sessões de formação, com o objetivo de sensibilizar e alertar para a importância e impacto que o Planeamento e Programação Física de Trabalhos de Obra tem nos resultados do negócio.
Foi com este mote que desde o  nal do ano de 2017, a Direção Corporativa de Recursos Humanos e a Unidade de Engenharia têm desenvolvido um conjunto de sessões
de formação em cada Região.
Estas iniciativas encontram‐se direcionadas para os mais altos quadros das áreas de Produção e Comercial e, segundo Roberto Charron, orador convidado, lembra que
o objetivo desta intervenção é "ajudar os pro ssionais‐chave da fase de produção dos trabalhos a perceberem que existe uma forma mais e caz de planear, explicando quais os princípios básicos do Last Planner System e como é que eles se integram".
Assentes na interatividade e na experiência, estas sessões de formação baseiam‐se na metodologia internacional Lean Construction & Last Planner System, nas quais os participantes são desa ados a simularem a construção de uma habitação, assumindo os diferentes papéis inerentes
à gestão de uma obra real, tais como o
de subempreiteiro, de gestor de projeto, de  scal de obra, entre outros, perceber que tipo de comportamentos normalmente caracterizam a atividade de planeamento
É necessário que se comece
a incutir na empresa uma atitude mais exigente perante
o planeamento porque isso gera um forte incremento de produtividade.
EDUARDO PIMENTEL
Membro da Comissão Executiva do Grupo
e identi carem formas mais e cazes de programar e atuar num cenário de obra.
Para Ismael Gaspar, Responsável da Unidade de Engenharia, "há ilações que
se devem retirar porque é necessário haver uma mudança de atitude quanto
à necessidade de planeamento".
Também Santos Pato, Membro da Direção Executiva da Região África, lembra que "apesar de ser algo que toda a gente tem presente, depois na prática nem sempre
é fácil cumprir, por isso este trabalho teve a grande virtude de mostrar às pessoas aquilo que toda a gente acha que é evidente, mas que depois  ca na gaveta".
As formações tiveram lugar em
Portugal, Polónia e África do Sul, com o envolvimento de dezenas de quadros com elevada responsabilidade no Grupo. Este primeiro projeto de formação especializada terá continuidade, dando seguimento
à estratégia de melhoria de processos
e evolução permanente da Organização,
no sentido de estar, a cada momento,
entre as mais e cientes, inovadoras
e competitivas à escala global.
SINERGIA 53 JUNHO 2018 83


































































































   81   82   83   84   85